Indignação

Sessão da Câmara tem protesto de moradores do Balneário dos Prazeres

Pedido por investimentos em infraestrutura e segurança na estrada de acesso ao bairro foi levado aos vereadores

16 de Maio de 2018 - 20h31 Corrigir A + A -

Por: Vinicius Peraça
vinicius.peraca@diariopopular.com.br 

Moradora reclamou do que considera um descaso com os moradores do balneário (Foto: Lenise Slawski - Câmara de Vereadores)

Moradora reclamou do que considera um descaso com os moradores do balneário (Foto: Lenise Slawski - Câmara de Vereadores)

Um grupo de moradores do Balneário dos Prazeres, também conhecido como Barro Duro, esteve na Câmara de Vereadores na manhã desta quarta-feira (16). Eles foram cobrar dos parlamentares apoio para resolver problemas na iluminação e no pavimento da avenida Adolfo Fetter, no trecho que dá acesso à localidade. No último domingo (13), uma jovem morreu em um acidente de moto na via.

Logo após encerrada a pauta da sessão, a pedido do vereador Marcus Cunha (PDT), foi aberto espaço na tribuna para a manifestação de Marinês Simões, 52, moradora do balneário há 35 anos. Ela protestou pela morte da jovem Stephane Oliveira, 18, que morreu após o pneu da moto em que estava com a mãe ter estourado. A população da região suspeita que a escuridão e o mau estado da pista tenham causado o acidente. "Tudo chega no Alphaville e lá acaba. No Balneário dos Prazeres não chega nada", lamentou Marinês.

Ao cobrar ações dos vereadores, Marinês foi interrompida pelo presidente Anderson Garcia (PTB). "A prefeitura não é aqui. Nós vereadores não executamos obras, não fazemos obras. Tem que bater na porta da prefeita, não aqui na Câmara", disse. Após o encerramento dos trabalhos, houve discussão dos moradores com parlamentares, que reforçaram a necessidade de cobrar o Executivo. (Confira o vídeo abaixo)

A bancada do PDT informou que pretende se reunir com moradores do balneário e representantes do Executivo para tentar agilizar melhorias na estrada.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados