Violência

Deam prende homem por violência contra a mãe

E.P.M.F. estava foragido da Justiça; na Polícia Civil ele tem 23 anotações criminais

16 de Abril de 2018 - 23h15 Corrigir A + A -

Por: Giulliane Viêgas
giulliane.viegas@diariopopular.com.br

Um homem de 29 anos foi preso por agentes da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), nesta segunda-feira (16), no loteamento Getúlio Vargas, no bairro Três Vendas.

Contra E.P.M.F. havia um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça, por desobediência. O homem - que estava foragido - teria descumprido as medidas protetivas impostas por solicitação de sua mãe. Há pelo menos dois anos, a mãe de E.P.M.F. sofre violência doméstica praticada por ele.

 
Na Polícia Civil, o nome de E.P.M.F. aparece em 23 registros criminais, destes, nove são pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher. A maioria dos crimes, como extorsão, ameaça, furto e roubo, foi praticada contra a mãe. Ele tinha costume de furtar objetos de dentro de casa para o consumo de drogas e ameaçar a mãe, caso não desse o que ele pedia. Nos registros da Deam o nome do suspeito também aparece com a prática de lesão corporal contra a irmã.

O suspeito havia sido intimado para prestar depoimento à Polícia Civil, mas não compareceu. Os policiais, então, cumpriram a ordem judicial e prenderam o homem em uma das ruas do BGV. E.P.M.F. foi encaminhado ao Presídio Regional de Pelotas (PRP) onde esteve preso em junho de 2012 e em 2014. "O fundamental é a denúncia, é importante denunciar qualquer violência", disse a titular da Deam, Maria Angélica Gentilini.

Até o dia 28 de fevereiro, 516 boletins de ocorrência foram registrados na Especializada, a maioria deles por ameaça e lesão corporal; 419 inquéritos instaurados, cinco prisões e 39 mandados de busca e apreensão foram cumpridos pelos policiais da Delegacia da Mulher.

No ano passado, a Deam instaurou 2.672 inquéritos policiais, sendo 2.383 remetidos ao Foro; 29 pessoas presas, 167 mandados de busca e apreensão foram cumpridos e 505 medidas protetivas solicitadas. Ao total, 3.084 ocorrências foram registradas.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados