Divisão de Acesso

Faltou imposição

Mesmo atuando com um jogador a mais, Pelotas sofre empate e fica no 1 a 1 em São Gabriel

15 de Abril de 2018 - 20h59 Corrigir A + A -

Por: Henrique Risse
esporte@diariopopular.com.br 

Mesmo na frente, Lobo não manteve postura ofensiva no segundo tempo e acabou sofrendo o empate (foto: Jessé Krüger/AI Pelotas)

Mesmo na frente, Lobo não manteve postura ofensiva no segundo tempo e acabou sofrendo o empate (foto: Jessé Krüger/AI Pelotas)

O Pelotas teve tudo para vencer o São Gabriel e assumir a liderança isolada do Grupo A da Divisão de Acesso do Gauchão. Mas mesmo em vantagem no placar e com um jogador a mais durante um tempo inteiro, o Lobão não resistiu e ficou no empate por 1 a 1 na casa do adversário na noite deste domingo (15). Com o ponto somado no Silvio de Faria Correa, o áureo-cerúleo chegou aos 18 pontos e se igualou ao Aimoré, líder do chave. O próximo desafio será na quarta-feira, quando o time de Paulo Porto enfrenta o lanterna Santa Cruz, novamente fora de casa.

O primeiro tempo mostrou claramente porque um time entrou em campo como vice-líder do grupo e o outro como vice-lanterna. Desde os primeiros minutos o Pelotas tomou conta do jogo e não demorou muito para abrir o placar. Aos 16 minutos, o centroavante Giancarlo escorou para Jean Roberto, que soltou uma bomba da entrada da área para fazer 1 a 0 para o Lobo.

O mesmo Jean Roberto, pouco depois, e Hugo Sanches tiveram boas oportunidades para ampliar, mas não conseguiram acertar o gol de Paulo Sérgio. Já o São Gabriel bem que tentou, mas quase não assustou o goleiro Giovani.

E nos acréscimos do primeiro tempo a situação dos donos da casa piorou ainda mais. O volante Arthur, com passagem pelo áureo-cerúleo, reclamou com veemência da arbitragem, recebeu o segundo cartão amarelo e acabou deixando seu time com um jogador a menos.

Segundo tempo
Tudo levava a crer que o Pelotas teria imensa tranquilidade para vencer o São Gabriel. Mas o futebol aprontou das suas mais uma vez. A equipe de Paulo Porto não conseguiu se impor e ainda viu o Sanga, aos poucos, ameaçar o goleiro Giovani. Aos 16 minutos, Ricardo Bierhals evitou a finalização dos donos da casa e aos 19 o centroavante Mauro perdeu ótima chance.

A falta de ambição áureo-cerúlea foi castigada aos 28 minutos. Mauro chutou e Giovani fez grande defesa. A zaga do Pelotas não conseguiu afastar o perigo e a bola sobrou para Matheus Guerrero, que bateu de fora da área e contou com o desvio na defesa para fazer o 1 a 1.

O São Gabriel seguiu mandando no jogo como se ele estivesse com um jogador a mais. Aos 42 minutos, Maranhão ia ficar cara a cara com Giovani, mas Juliano Tatto deu um carrinho por trás e foi expulso. A partir daí, o Pelotas se fechou um pouco mais e garantiu pelo menos um ponto na classificação da Divisão de Acesso.

"Acho que faltou ter a posse de bola no campo deles. Tivemos a posse e não conseguimos criar chances de gol. Infelizmente deixamos escapar um resultado que ia nos deixar dois pontos na frente do Aimoré. Agora temos que descansar porque teremos um jogo difícil contra o Santa Cruz na quarta-feira", destacou o volante Germano.

Ficha técnica
São Gabriel: Paulo Sérgio; Urnau (Marquinhos), Alex, Favoni e Jaime; Artur, Darlem, Rafael Mineiro
Maurício e Clebinho (Mauro); Matheus Guerrero (Maranhão); Técnico: Sananduva

Pelotas: Giovani; Adriano Lara, Wallace, Felipe e Juliano Tatto; Tiago Gaúcho (Ricardo Bierhals), Germano
Jean Roberto, Gustavo Xuxa (Jarro) e Hugo Sanches; Giancarlo. Técnico: Paulo Porto

Árbitro: Vinícius Jardim
Local: estádio Silvio de Faria Correa, em São Gabriel


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados