Cuidados

Preparação física segue firme na Boca do Lobo

Mesmo sem ter iniciado a pré-temporada, preparador físico Roberto Recart inicia trabalhos com consistência

08 de Janeiro de 2018 - 12h00 Corrigir A + A -
Esta semana Daniel Carvalho e Giancarlo já iniciam os trabalhos na Avenida (Foto: Tales Leal - AI Pelotas)

Esta semana Daniel Carvalho e Giancarlo já iniciam os trabalhos na Avenida (Foto: Tales Leal - AI Pelotas)

Parte vital do futebol atual, a preparação física cresce a cada dia. No Pelotas, esse trabalho recebe um cuidado especial. Mesmo em férias, os atletas precisam cuidar de seu corpo para não chegarem em condições ruins para o início da pré-temporada. E quem passa as orientações para o grupo é Roberto Recart, preparador do clube.

Recart conversa com cada jogador. Fala sobre alimentação e passa alguns treinos físicos. É importante chegar bem no dia 17 deste mês, quando começa os trabalhos oficialmente. “Eles têm um trabalho para realizar em casa. Na alimentação, é preciso cuidado para não chegar tão acima do peso. Também passo algumas atividades, como corrida e academia. Alguns fazem um treinamento funcional. São atividades de manutenção para que sofram menos na pré-temporada”, afirmou.

No elenco áureo-cerúleo, dois jogadores terão atenção diferente. Trata-se do meia Daniel Carvalho e do atacante Giancarlo. O motivo é a falta de ritmo de jogo. “Começo amanhã (hoje) com o Daniel e espero o Giancarlo chegar na cidade para que ele se una a nós. São jogadores que precisam de um trabalho especial nesse momento por não terem jogado o segundo semestre e se mostraram muito a fim de começar as atividades antes dos demais. Isso é muito importante, pois são jogadores de qualidade e tenho certeza que vão dar uma grande resposta para o clube”, completou.

Mescla e trabalho conjunto
Quando o dia 17 chegar, o preparador já tem seu cronograma pronto para as atividades. “Será uma mescla de trabalhos físicos com trabalhos técnicos. Desde os primeiros dias de trabalho, os jogadores terão a bola presente nos treinamentos. Hoje em dia, o físico está dentro do trabalho com bola, pois se você realizar um treino com bola intenso, será trabalhada a parte física. Por outro lado, se os atletas apenas correrem em volta do gramado sem intensidade, não chegaremos ao nosso objetivo”, analisou.

Mas se engana quem pensa que Recart criou todas as atividades sozinho. Como é um trabalho conjunto, houve a união de vários setores. “O comandante Thiago Gomes, o auxiliar técnico Felipe Muller, o preparador de goleiros Daniel Crizel e eu montamos a pré-temporada juntos. Temos um ótimo relacionamento, juntamente com outros setores do clube, como da rouparia, da cozinha, do pessoal que cuida do gramado. A qualidade do trabalho de todos é fundamental para nós”, disse.

Expectativa positiva
Mesmo sabendo das dificuldades da Série A2, Recart mostra confiança para o início da temporada. “Acredito que fisicamente vamos chegar bem para a estreia. Sabemos que será uma competição muito equilibrada do início ao fim e teremos que ser muito competitivos em todos os jogos. Minha expectativa é a mesma de todos, fazer um grande trabalho e colocar o clube no Gauchão de 2019”, finalizou.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados