Violência

Pelotas registra dois assassinatos neste domingo

Crimes ocorreram no Centro e no Navegantes; além das execuções, duas tentativas de homicídio também foram registradas

07 de Janeiro de 2018 - 07h16 Corrigir A + A -

Por: Giulliane Viêgas
giulliane.viegas@diariopopular.com.br

Corpo foi encontrado na rua Benjamin Constant  (Foto: Paulo Rossi - DP)

Corpo foi encontrado na rua Benjamin Constant (Foto: Paulo Rossi - DP)

Dois homens foram mortos e duas pessoas vítimas de tentativa de homicídio neste fim de semana em Pelotas

Por volta da 1h de domingo (7), o corpo de um homem ainda não identificado foi encontrado na rua Benjamin Constant entre Manduca Rodrigues e Barão de Santa Tecla com diversas marcas de disparos, principalmente, na cabeça. A vítima de aproximadamente 40 anos tinha, em um dos braços, a tatuagem de um grupo criminoso que domina a galeria C do Presídio Regional de Pelotas (PRP), intitulado Vândalo. Populares contaram à polícia que ouviram os disparos.

Por volta das 6h45min, Paulo César Raupp, 36, foi morto dentro da residência em que morava, na rua Frederico Trebi, no bairro Navegantes.

De acordo com a Brigada Militar (BM) criminosos invadiram o imóvel e atiraram. Raupp estava sentado no sofá quando foi morto com um tiro na cabeça. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado mas Paulo César já estava morto. 

Mais tiros
Já na noite de sábado, por volta das 20h, no bairro Areal, M.D.R.S., foi esfaqueado com um canivete após desentendimento com dois homens. De acordo com o registro de ocorrência, a vítima teria ido tirar satisfações com a dupla quando foi esfaqueada três vezes no tórax. M.D.R.S., de 30 anos, está internado no Pronto-Socorro de Pelotas (PSP). 

Também no sábado, N.M.N., foi atingido por dois tiros no peito, na rua Monsenhor Queiróz, na Bom Jesus. Conforme a Brigada Militar (BM), o homem estaria na via pública quando foi alvejado. Ele foi socorrido pelo Samu e encaminhado ao PSP. 

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga os casos. 

 

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados