Opinião de Sérgio Cabral

Na hora H

Lideranças e trabalho fazem o Lobo reencontrar os caminhos e tentar apagar o momento de incertezas

11 de Outubro de 2017 - 16h00 Corrigir A + A -

Por: Sérgio Cabral
cabral@diariopopular.com.br 

O Esporte Clube Pelotas completa os seus 109 anos neste 11 de outubro, em um momento de superação em vários sentidos. Marcado na temporada por algumas dificuldades que o tempo e o futebol lhe colocaram, mas também passando por uma plena recuperação. Com o sentimento forte voltado ao trabalho, somando e reunindo todos os áureo-cerúleos para apagarem o momento de incertezas que machucou o mundo azul e ouro e também colocou o seu patrimônio em risco.

Com a liderança do empresário e presidente Gilmar Schneider, os focos são crescer, recuperar o terreno perdido e administrar o clube como um todo, sem divisões de tarefas, de equipes e de pessoas. Assim, nota-se a dinâmica daqueles que estão a sua volta - ex-dirigentes, ex-presidentes, conselheiros, sócios, torcedores e apoiadores -, dispostos a servir e ajudar o Pelotas para que o futebol recupere a autoestima de todos, que estavam desconfiados e não comparecendo ao campo.

O Pelotas fez toda a sua história e adquiriu todo o seu patrimônio com o apoio e o trabalho de milhares de pessoas e assim tem que ser. Ter planejamento, colocá-lo em prática, apostar na renovação e nas boas ideias - como fez nesta temporada, apostando no futuro como se fosse agora -, com a contratação de um treinador comprometido, trabalhando com segurança, até conseguir os bons resultados e os seus objetivos.
Todos afirmam, é verdade, que o Lobo ainda não conquistou nada - faltam a volta a São Leopoldo e chegar na final da Copa Paulo Sant’Ana para conquistar uma vaga em competição nacional, o caminho definitivo para o futuro.

Entendo que o projeto colocado em prática neste segundo semestre, na hora H, já é vitorioso e pode melhorar tudo na vida do clube. Assim, vai ter foco e determinação para outros objetivos necessários, como voltar ao Gauchão e se manter no seu lugar, sem vacilo, sem riscos e com o regime financeiro definitivamente equilibrado.

Que este novo tempo alcance a todos os torcedores do Pelotas e que a data seja bem comemorada, com a paixão de sempre e com razão de torná-lo cada vez melhor.
Parabéns, a toda a comunidade áureo-cerúlea.

Notícias relacionadas


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados