Prazo

Empregados dos Correios voltam ao trabalho

A categoria espera normalizar a distribuição de objetos postais em um prazo de cinco dias úteis na maior parte das localidades

10 de Outubro de 2017 - 09h15 Corrigir A + A -
Para os serviços com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária), suspensos devido à paralisação parcial, a previsão é de que voltem a funcionar até esta quarta-feira (Foto: Paulo Rossi - DP)

Para os serviços com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária), suspensos devido à paralisação parcial, a previsão é de que voltem a funcionar até esta quarta-feira (Foto: Paulo Rossi - DP)

As entidades representantes dos trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) que haviam aderido à paralisação parcial no dia 20 de setembro, aceitaram a proposta do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e retornaram as atividades na segunda-feira (9) em clima de normalidade.

A proposta apresentada pelo vice-presidente do TST, ministro Emmanoel Pereira prevê reajuste de 2,07% (INPC) retroativo ao mês de agosto de 2017, compensação de 64 horas (8 dias) e desconto dos demais dias de ausência, além da manutenção das cláusulas já existentes no ACT 2016/2017. A cláusula 28, que trata do plano de saúde, continua sendo mediada pelo TST.

Com o retorno dos trabalhadores, os Correios esperam normalizar a distribuição de objetos postais em um prazo de cinco dias úteis na maior parte das localidades. Para os serviços com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária), suspensos devido à paralisação parcial, a previsão é de que voltem a funcionar até esta quarta-feira.

 Fonte: TST


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados